Ao menos uma coisa estar bem clara na discussão entorno da mesa, a presidência será do PP, partido do prefeito que fez 3 vereadores na disputa deste ano.

Acontece que um dos possíveis nomes, Leandro Cândido, declinou de seu nome, restando João Keleu e Franciney Melo. Os dois estão jogando e correndo atrás dos aliados para construir maioria e assim dar o xeque-mate, acontece que tem outros interesses nesse jogo.

O MDB, partido que elegeu 4 vereadores quer se ver na foto oficial da composição que compõe a mesa diretora e essa engenharia não tem sido fácil. Até então exigem a vice-presidência, colocando o nome do vereador Antônio Cosmo no jogo.

Com dois vereadores o PROS, que tem duas cadeiras, tenta emplacar a primeira secretaria da casa. O PSD do vice-prefeito Henrique Afonso, apresenta o nome do vereador Clerton para ser membro da composição.

Faltou um pouco de acompanhamento por parte de algumas figuras ligadas ao prefeito eleito Zequinha Lima, pois deixar livre u debate de escolha onde tem maioria na base não dar certo.

É começo de mandato e o prefeito Zequinha Lima tem toda credencial para ajudar a destravar esse imbróglio da eleição da Câmara municipal, que falta pouquinho, apenas uma boa conversa e Franciney ou keleu chegam em um entendimento.

Dia primeiro, daqui oito dias, conheceremos os indicados para essa tão sofrida escolha.