A prefeita Socorro Neri concedeu nesta terça-feira, 22, a medalha mérito da Defesa Civil de Rio Branco Barão do Rio Branco para 17 personalidades da sociedade civil e militar.

O militares que receberam a medalha foram os seguintes: Gilvan de Oliveira Vasconcelos, ex-coordenador Municipal de Defesa Civil de Rio Branco; Carlos Batista da Costa, comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre; Marcilene Alexandrina Chaves; Edson Lopes Padilha, diretor de Gestão de Riscos e Desastres da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Rio Branco; Orildo Alves Cordeiro, comandante do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediado em Rio Branco; Francisco Carlos Santos de Freitas Filho, comandante do 3º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediado em Rio Branco; Josadac Cavalcante Ibernon, comandante do 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediado em Rio Branco; Alexandre dos Santos Veras, subcomandante do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediado em Rio Branco; e Larissa Carolina Alves Melo, técnica em Defesa Civil da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Rio Branco.

Já pela sociedade civil os homenageados foram: Irving Foster Brown, docente e pesquisador da Universidade Federal do Acre; Francisco das Chagas Andrade de Souza, diretor de Distribuição do Arasuper; Klessom Campos de Oliveira, gerente do Centro de Distribuição do Arasuper; Rozária Maia de Lima, chefe de Gabinete da Prefeita; Ana Paula Lopes Monteiro, diretora de Gestão da Secretaria Municipal de Educação de Rio Branco; Francisco Pereira da Silva, Articulação Comunitária da Casa Civil de Rio Branco; Rosângela Nascimento Oliveira Rodrigues, chefe de Equipe da Secretaria Municipal de Zeladoria da Cidade; e José Costa do Nascimento, servidor da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

A medalha Mérito da Defesa Civil, “Medalha Barão do Rio Branco”, foi instituída pelo Decreto 831, de 02 de julho de 2014. O nome da medalha é em homenagem a José Maria da Silva Paranhos Júnior, o Barão do Rio Branco, personalidade importante no quadro político e diplomático brasileiro, responsável pelo processo de negociação internacional que resultou na anexação do território do Estado do Acre ao Brasil.

De acordo com o coronel George Santos, coordenador da Defesa Civil no município, esse é um momento de gratidão e reconhecimento a todas essas pessoas que direta ou indiretamente contribuíram para a execução das atividades de proteção na cidade de Rio Branco. “Sejam em circunstâncias de desastres naturais ou biológicos, que é o caso dessa pandemia que estamos vivendo, é isso o que estamos fazendo hoje: reconhecendo essas pessoas que não mediram esforços para ajudar a Prefeitura de Rio Branco e os moradores da nossa cidade”, disse.