Três pessoas foram presas suspeitas de aliciar menores que cumprem medidas socioeducativas no Centro Socioeducativo Aquiry, em Rio Branco. A ação ocorreu no dia 18 pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco).

Segundo as investigações, esses suspeitos tentaram levar os menores para as facções quando também estavam internados no centro socioeducativo.

A Polícia Civil informou que as investigações duraram 60 dias. As pessoas que foram presas são consideradas de alta periculosidade.

“Elas eram internas na época. Eram adultos, mas continuam internos porque a Legislação Brasileira permite cumprir medida socioeducativa até os 21 anos. Os menores não foram para a facção. Um deles já estava preso porque quando saiu praticou um homicídio e tráfico de drogas”, explicou o coordenador da Draco, delegado Pedro Buzolin.

Do G1 Acre