O governador Gladson Cameli prestigiou na manhã desta quinta-feira, 17, o ato solene de diplomação dos candidatos eleitos no pleito eleitoral do ano de 2020 aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereadores do município de Rio Branco. 

Com a diplomação, os eleitos e respectivos suplentes são certificados com a expedição e disponibilização do diploma pela Justiça Eleitoral, o que os torna habilitados a assumir e exercer seus mandatos eletivos a partir do dia 1° de janeiro de 2021.

Foram diplomados o prefeito Tião Bocalom, a vice-prefeita Marfisa Galvão e os 17 vereadores eleitos. A cerimônia teve a condução do presidente da Junta Eleitoral, juiz eleitoral Lois Carlos Arruda.

Em seu discurso, o governador Gladson Cameli parabenizou os eleitos e reafirmou a parceria do governo do Estado com o poder público municipal. Também se colocou à disposição dos diplomados e destacou que o sucesso de um prefeito é o sucesso de toda a sociedade que ele representa.

O chefe do executivo estadual ainda destacou que a conquista do voto demonstra a importância da democracia para a garantia de que todas as pessoas tenham direito de escolher quem irá representá-las. “Essa conquista nos remete à responsabilidade e ao compromisso que devemos ter como políticos, na busca por educação, saúde, trabalho, lazer, segurança, proteção à maternidade e à infância e assistência aos desamparados”, disse.

Gladson finalizou destacando a importância do diálogo de forma franca e clara entre os poderes diante do objetivo comum, que é melhorar a qualidade de vida de todos os acreanos. “Por isso, defendo a união e o respeito para que possamos construir uma sociedade melhor para as futuras gerações”, afirmou.

Diplomados

Eleita com o maior número de votos, a vereadora Doutora Michele Melo ressaltou que é necessário adquirir um espírito que leve sempre adiante a ideia de que todos são iguais, livres e merecem uma vida com mais respeito e dignidade.

“Ao aplicar o princípio da equidade, um princípio nobre e tão necessário em nosso país, no nosso estado e na nossa cidade, onde a desigualdade social é extrema, faz-se necessária disposição de ofertar igual oportunidade a todos os nossos cidadãos, a todos os munícipes de Rio Branco, apesar das suas diferenças, da classe social, das suas incapacidades, de qualquer diferença de gênero, raça, cor, para que todos possam ter igual oportunidade. E assim nós conseguiremos cumprir a honrada missão que nos foi dada”, afirmou.

O prefeito eleito, Tião Bocalom, agradeceu a Deus, a família e todos aqueles que acreditaram no projeto “Produzir para Empregar” há 16 anos, bem como aos que foram às urnas nesta eleição. “Passando o período eleitoral, temos consciência plena do nosso grande desafio e o que nos espera nos próximos quatro anos”, disse.

Bocalom destacou que a sociedade pode esperar dele, da vice-prefeita e dos 17 vereadores, assim como da equipe de gestão, todo o empenho, seriedade e zelo com o dinheiro público. “Prometo ser um bom prefeito, que vai procurar, através do diálogo com todas as instituições e os representantes da sociedade, o caminho que nos leve a uma qualidade de vida superior, diferente da nossa realidade de hoje, buscando sempre de forma transparente e disciplinada a cidadania para todos”, declarou.