Os habitantes de Quebec começarão a ser vacinados na segunda-feira, cinco dias após o Ministério da Saúde canadense dar luz verde à vacina da associação Pfizer/BioNTech contra a covid-19, anunciou o primeiro-ministro da província, François Legault, nesta sexta-feira (11).

Residentes ou funcionários de duas casas de repouso, uma localizada em Montreal e outra na cidade de Quebec, serão vacinados primeiro, disse o governo de Quebec em um comunicado à imprensa.

Durante a primeira onda da pandemia, as casas de repouso foram responsáveis por mais de 80% de todas as mortes na província.

“Podemos ver a luz no fim do túnel e na segunda-feira começaremos a vacinar as primeiras pessoas em Quebec”, disse François Legault em coletiva de imprensa, na qual enfatizou um “passo muito importante”.

“Obviamente nem todo mundo vai ser vacinado nos próximos dias, nas próximas semanas, então temos que ser pacientes, temos que ter cuidado”, acrescentou. 

O Canadá, terceiro país a autorizar a administração da vacina da Pfizer, depois de Reino Unido e Bahrein – e à frente dos Estados Unidos – receberá 249.000 doses até o final deste mês, incluindo 30.000 doses na próxima semana, revelou o primeiro-ministro do país Justin Trudeau.

As primeiras vacinas saíram da Bélgica e devem chegar ao Canadá nos próximos dias, anunciaram as autoridades. A vacinação começará imediatamente em 14 centros de todo o país, o segundo maior do mundo.

Depois de Quebec, Ontário, a província mais populosa e uma das mais afetadas pela pandemia, deve começar a vacinação na terça-feira. Correio Brasiliense