Romana Novais surgiu na sua conta oficial do Instagram, para atualizar os seguidores com as notícias recentes sobre a saúde da filha caçula, Raika, que nasceu prematura após complicações na gravidez causadas pela Covid-19.

Em uma sequência de vídeos publicados nos Stories, a esposa do DJ Alok explicou que a recém-nascida permanece em observação na unidade hospitalar neonatal, mas destacou que o estado de saúde da bebê é ótimo.

“Ela está bem graças a Deus, está respirando em ar ambiente, não está fazendo nenhum medicamento antibiótico. Ela está plena, maravilhosa. Estou cheia de orgulho dela, menina guerreira.”, afirmou.

Apesar de não apresentar mais sintomas do Coronavírus, Romana ainda não pôde ir visitar a filha: “Tô morrendo de saudades dela”, contou.

Porém, a celebridade revelou qual foi a alternativa que encontrou para aliviar o coração enquanto permanece longe da pequena

“Alok está indo visitar a Raika e eu estou mandando cueiro, lacinhos e aí ele volta e eu fico com o cuerinho que ela usou. Eu fico com o cheirinho dela e isso ajuda muito na amamentação também”, relatou.

Durante as gravações, a médica dermatologista também aproveitou o espaço para dar alguns detalhes a respeito do transplante renal que seu pai realizou.

De acordo com a influenciadora, a figura paterna precisou se submeter ao procedimento após complicações causadas pela diabetes.

Disse ainda que a doadora do orgão foi sua tia e que o pai já se encontra restabelecido da cirurgia: ”Recuperação dele foi muito boa, mais fácil do que eu imaginava”.

Após dar à luz prematuramente Raika graças a uma complicação causada pelo vírus Covid-19, a menina precisou ser internada em uma UTI neonatal.

Enquanto isso, Alok e Romana aceleram o preparo da casa para receber a nova bebê. A médica usou as redes sociais para mostrar alguns detalhes da decoração do quartinho da pequena.

Nos Stories, a morena registou o enxoval da recém-nascida, explicando que optou pelo tom nude rosado para a decoração.

O cômodo conta com uma série de borboletas estilizadas na cabeceira, uma estampa de cerejeira na parede e almofadas e cobertores com as iniciais da bebê.

“Tudo começando a tomar forma por aqui”, relatou.

Por Ana Maria Uol