Mulher segura recipiente com adesivo de vacina da Covid-19 e seringa ante logo da Pfizer.(Foto: REUTERS/Dado Ruvic)

Brasil 247 – A Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) aprovou nesta quinta-feira (10) o uso emergencial da vacina desenvolvida pela Pfizer/BioNTech contra a Covid-19.

Assim, os EUA se tornam o quinto país do mundo, segundo a CNN, a aprovar o uso do imunizante, depois do Reino Unido e Canadá.

Com a aprovação, dentro de um ou dois dias o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) norte-americano deve publicar informações sobre quem deve tomar as vacinas primeiro.

Na próxima quinta-feira (17), o FDA avaliará o uso emergencial da vacina da Moderna.

No Brasil, a “Lei Covid” permite o uso da vacina no Brasil se o imunizante tiver o aval no exterior de agências sanitárias de países específicos.

De acordo com a lei, caso alguma agência regulatória dos EUA (FDA), do Japão, da União Europeia ou da China autorize o uso de uma vacina, a Anvisa tem um prazo de 72h para se manifestar sobre a decisão. Caso contrário, o imunizante é aprovado automaticamente.