Antecipando-se ao período chuvoso, época em que colonos e ribeirinhos utilizam o rio Acre como rota de trafegabilidade, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) e do Departamento de Estradas e Rodagem do Acre (Deracre), está na fase final do processo de recuperação da balsa que serve como apoio a ribeirinhos, em Rio Branco.

A balsa fica ancorada às margens do rio Acre, na região do bairro Base, serve de ancoradouro ou pousada, chegando a abrigar aproximadamente 50 ribeirinhos que vêm à capital em busca da reposição de suprimentos, venda de produtos, idas a banco ou até mesmo tratamentos de saúde.

Todos os anos, no período invernoso, por conta da falta de trafegabilidade de alguns ramais, muitos ribeirinhos acabam  utilizando o rio para resolver seus afazeres em Rio Branco e a balsa serve como casa de passagem. “Nosso objetivo é resgatar a hospitalidade do espaço revitalizando e trazendo um pouco mais de dignidade aos ocupantes”, explicou Ítalo Medeiros, secretário de Estado de Infraestrutura.

Com o passar do tempo, a força das águas, o sol e a chuva, acabam promovendo o desgaste natural do bem público, expondo problemas como ferrugens, deterioração da base, boias e pintura. Em aproximadamente duas semanas, todo o espaço será revitalizado, desde a sustentação da balsa, recuperação das boias, revisão da cobertura, banheiro e pintura das paredes.

“Moro aqui desde os nove anos, montei um estabelecimento bem às margens do rio e acompanho a movimentação dos ribeirinhos que vêm de longe para garantir seu sustento, fazer tratamento de saúde ou comprar mercadorias. É louvável que o governo se preocupe com a hospitalidade deles e promovam a recuperação do espaço de apoio. Com certeza é muito importante pra quem utiliza”, destacou José Veras, funcionário público e morador do bairro da Base.