Afirmação vergonhosa do senador acreano, foi durante a tarde desta segunda-feira (7) em uma entrevista concedida ao jornalista Gabriel Rotta, apresentador de um programa local.

Questionado se o atraso em um pano nacional de vacinação da COVID-19, estaria relacionado ao impasse político entre o Governador de São Paulo João Dória (PSDB) e o presidente Jair Bolsonaro, Petecão demonstrou total desconhecimento ou não quis tomar partido.

“Isso é uma pergunta muito difícil, essa não é minha área. Eu sei pedir votos e vender gasolina”, disparou Petecão.

O comentário demonstra pouco interesse em tratar um assunto que deveria ser prioridade na pauta do congresso. Nenhum dos senadores do Acre, cobram medidas para que o Acre avance na aquisição de vacinas.

O jornalista abordou diversos temas com Petecão, dentre eles a possibilidade de o mesmo concorrer ao governo do estado em 2022. O senador tentou fugir da resposta mas afirmou que ainda é muito cedo para dizer que sim ou não.

“Nós acabamos de sair de uma eleição, precisamos sentar com o grupo do atual governador Gladson Cameli e ver como eles pensam para a próxima eleição, eu digo que é muito cedo para afirmar que serei um dos candidatos”, disse Petecão.

Ao final da entrevista, Petecão tentou de redimir de sua trágica afirmação. O senador afirmou que torce para que o país comesse logo a imunizar as pessoas.

“Eu sei da gravidade que essa doença representa, eu peguei, minha esposa Marfisa pegou e graças a Deus ficamos bem, já meu irmão esteve quase morto. Não quero saber se ela é feita na China, na Rússia ou Estado Unidos, eu serei um dos primeiros a ir para fila tomar”, finalizou o senador.