Em solenidade realizada na manhã desta sexta-feira, 4, no Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), o governador Gladson Cameli prestigiou o encerramento do II Estágio de Policiamento Ambiental (II Epam). 

Sob o comando do tenente Josemar Farias, os 17 alunos concludentes foram apresentados ao comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo César Gomes, e ao governador Gladson Cameli. Os alunos receberam dos familiares os brevês de conclusão do curso e foram cumprimentados pelo governador acompanhado da primeira-dama do estado, Ana Paula Cameli.

Durante o pronunciamento das autoridades, o comandante do BPA, major Kleison Albuquerque, demonstrou agradecimento ao governador diante do momento vivido pelo Batalhão. Também agradeceu a todos profissionais que já atuaram direta ou indiretamente no BPA. “Essa paredes, cobertura, grama, têm o suor das pessoas que passaram por aqui. Cada um colocou um tijolinho e chegamos no que temos hoje”, disse.

O presidente do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), André Hassem, ressaltou a parceria com o Batalhão no combate aos crimes ambientais. “Unidos de comuns esforços para trabalhar dando apoio a todos os municípios do estado Acre, fazendo um trabalho voltado ao meio ambiente. O Batalhão Ambiental, desde o início do governo, sempre esteve junto, lado a lado, ombro a ombro conosco, fazendo um bom trabalho”, frisou.

Para o subcomandante do BPA, tenente Josemar Farias, não existe batalhão em forma sem os seus soldados, o que é possível enxergar nos alunos concludentes. “Vocês nos honram com esse destemor em levar segurança, com o grande combate ao crime ambiental. Ambientalismo é vida, é ser parte do meio ambiente, e é isso que vocês fazem. Parabéns aos concludentes”, disse.

O comandante-geral da Polícia Militar do Acre (PMAC), Paulo César Gomes, agradeceu ao governador pelo apoio dado à Polícia como um todo e, especificamente, ao Batalhão Ambiental. Também parabenizou a tropa e o efetivo que concluiu o estágio. “É sempre bom voltar para a sala de aula, ter esse retorno e o aprimoramento profissional dos policiais. Quero também parabenizar o major K Albuquerque pelo comando do batalhão. É um batalhão como todos os outros da polícia, mas nessa área faz um diferencial não só aqui em Rio Branco, mas também em Cruzeiro do Sul com o pelotão”, destacou.

O govenador Gladson Cameli fez questão de estar com a faixa governamental em respeito à bandeira e a todas as polícias. “Estamos em uma missão de final de ano de correr atrás e de preparar todo um planejamento que queremos para o ano que vem, mas hoje eu digo que eu fecho esse ano. Assim, dia 31, no meu discurso, eu vou falar agradecido a Deus por ele ter me dado a oportunidade de estar aqui neste momento”, disse.

“Aos guerreiros policiais ambientais que, às vezes estão lá para cumprir o que está na constituição, eu quero aqui reforçar o meu compromisso, a minha dedicação e dizer que a missão só começou. Essa missão ainda vai longe, porque o meu sonho é ver cada vez mais as nossa polícias seguras, com condições de trabalho, com um efetivo cada vez melhor para que possamos melhorar a carga horária de trabalho”, afirmou.

Aos familiares, Gladson destacou que estes são a base que sustenta os policiais. “Quando eles chegam em casa, muitas vezes cansados, o estresse lá em cima, tem a esposa, tem os filhos para dar atenção e são vocês que dão esse suporte. As crianças são o meu orgulho. É para elas que eu estou preparando o estado, é para o futuro delas”, concluiu.

Homenageados

Os militares que se destacaram no estágio e no curso de navegação por satélite, bem como os instrutores também foram homenageados. Estes últimos por terem emprestado parte do tempo para compartilhar do conhecimento em prol da melhor formação da tropa.

Outro homenageado foi o major PM reformado Tomica Alves Bandeira. Ele serviu à corporação por 28 anos, dos quais cinco foram dedicados ao BPA, no qual demonstrou excelência e grande prestígio entre seus pares e subordinados. Em reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à causa pública e notável colaboração para o progresso e renome da corporação, ele foi agraciado com a medalha de mérito coronel Fontenele de Castro.

O governador Gladson Cameli e o comandante-geral da PMAC, coronel Paulo César Gomes, também foram homenageados pelo Batalhão de Policiamento Ambiental em agradecimento e reconhecimento pelos muitos esforços envidados em prol do Batalhão.

O Epam

O II Epam foi promovido pela Polícia Militar, em parceira com o Corpo de Bombeiros Militar do Acre, durante dez dias de intensas atividades teóricas e práticas, num total de 70 horas/aula. Temas específicos da área, como legislação ambiental, fauna, flora, escrituração, tecnologia utilizada no monitoramento ambiental, nós e amarrações, além de armamento e munição, foram ministrados por instrutores devidamente capacitados.

Durante o II Epam, os alunos também participaram do curso de navegação por satélite, que possibilitou ao efetivo capacitação para manuseio de novas tecnologias que tornarão as localizações geográficas mais precisas. Isso facilita o deslocamento para atender situações de cometimento de crimes ambientais nos locais mais remotos do estado.

A conclusão o II EPAM habilita os 17 policiais militares concludentes a atuarem no serviço de prevenção e combate às infrações ambientais, contribuindo, assim, para a preservação do meio ambiente, aliado ao serviço da segurança pública, nessa parte do território da Amazônia brasileira.

O aluno cabo Bruno Rodrigues explicou que este é um momento de superação e de força de vontade, pois o aprendizado requer sacrifício. Nós nos sacrificamos, mas é em prol de um bem maior. Quanto mais capacitados estivermos, melhor serviço prestaremos à sociedade, esse é o nosso objetivo”, afirmou.