O webinar contou com a participação de técnicos do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e Defesa Civil do Estado. A transmissão pode ser acessada no canal da SEMAAC no Youtube por meio do link: https://www.youtube.com/watch?v=k26NDmqm3mE.

O coordenador estadual da Defesa Civil, tenente coronel Eudemir Bezerra e o chefe da Divisão de Licenciamento de Barragens e da Divisão de Outorga do Imac, Luis Carlos Cruz da Silva falaram sobre garantia de padrões de segurança e o monitoramento das barragens.

“É importante manter o padrão de segurança e monitorar junto aos proprietários de barragens as ações adotadas para reduzir acidentes. Nosso trabalho é garantir a implementação das políticas vinculadas a gestão de recursos hídricos”, informou Luís Cruz.

De acordo com a diretora executiva da Sema, Vera Reis Brown, a Política Nacional de Segurança de Barragens visa a observância dos padrões de segurança de barragens em todo o território nacional, além de regulamentar e garantir o monitoramento e acompanhamento das ações de segurança empregadas pelos proprietários das barragens. O objetivo é reduzir a possibilidade de acidentes e suas consequências para a população e para o meio ambiente, conforme preconiza a Lei 12.334/2010.

No Acre esta política tem o apoio da Agência Nacional de Águas (ANA), que implementou o Programa de consolidação do pacto nacional pela gestão das águas – Progestão. O programa fornece incentivo financeiro aos sistemas estaduais para aplicação exclusiva em ações de fortalecimento institucional e de gerenciamento de recursos hídricos, no caso do Acre, sob a coordenação da Sema e execução do IMAC.

Para Eudemir Bezerra, foi de suma importância participar do webinar. “Tivemos a oportunidade de fazer uma síntese sobre a atuação da Defesa Civil a respeito desse tema”.

Segundo o diretor presidente do Imac, André Hassem, as instituições envolvidas no evento conseguiram de fato repassar para a população que estava acompanhando, todas as ações que estão sendo implementadas dentro da política nacional de segurança de barragens no Estado do Acre. “Esse era o nosso objetivo, trabalhar a questão da difusão dessa temática relativamente desconhecida no estado”.