O Acre registrou 25 mortes violentas no mês de outubro, segundo levantamento do Índice Nacional de Homicídios criado pelo G1 com base nos dados oficiais dos estados do Brasil.

Conforme os dados, do total de casos, 22 se tratam de vítimas de homicídio doloso e três de latrocínio. O levantamento também aponta que quatro pessoas foram mortas durante ações policiais no estado no mês passado.

De janeiro até outubro, o estado registrou um total de 240 mortes violentas. Apesar de alto, o número é 5% menor que o registrado no mesmo período no ano passado, quando foram contabilizados 252 casos.

No mês de janeiro foram registradas 45 mortes violentas, já no mês de fevereiro deste ano foram 18, em março foram 20 casos, em abril outras 26 mortes e em maio 21. Nos meses de junho e julho foram 13 e 17 mortes, respectivamente.

Em agosto, o levantamento mostrou que 24 pessoas foram vítimas de mortes violentas, sendo 23 por homicídio doloso e uma por latrocínio. além dessas, outras três pessoas morreram em ações policiais. Já em setembro o total foi de 31 mortes, sendo 29 homicídios dolosos e dois feminicídios. Outras duas pessoas morreram em confronto com a polícia.

Os dados compõem o Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Confira o mapa com os casos em todo país.

Relembre alguns dos casos

Um dos casos de morte violenta registrado no mês de outubro foi do preso monitorado Rederson de Lima da Silva, de 28 anos, que foi executado a tiros dentro de casa no dia 8. O crime ocorreu no bairro Manoel Lião, no município do Bujari, no interior do Acre.

Ele cumpria pena pelo crime de tráfico de drogas e estava no semiaberto sendo monitorado por tornozeleira eletrônica desde o dia 12 de setembro.

Outro caso foi do jovem Thiago Sobrinho de Moura, de 20 anos, morto a tiros no dia 10, durante um tiroteio. O crime ocorreu no município de Porto Acre, no interior do estado.

No dia 18 do mês passado foi registrada a morte do jovem Marlo da Silva Araújo, de 27 anos, com uma facada no peito em Cruzeiro do Sul. De acordo com a Polícia Militar, ele estava em uma bebedeira e acabou se envolvendo em uma briga quando foi atingido.

Um outro caso é do jovem Adeilson dos Santos Bispo, de 21 anos, que foi morto com um tiro no dia 25, na Estrada da Sobral, em Rio Branco. Segundo o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), a vítima caminhava pela rua quando foi abordada por dois homens que estavam em uma motocicleta.

Por Iryá Rodrigues, G1 Acre