Nesta semana, um novo sistema de pagamentos instantâneo criado pelo Banco Central começou a funcionar em todo país. Trata-se do Pix, que permite aos correntistas, efetuar diversas transferências financeiras, por meio de smartphones, tablets e celulares.

A operação é concluída em poucos segundos, durante a qual é possível transferir fundos para outras pessoas, efetuar os pagamentos de taxas e impostos, quitar os débitos emitidos em boletos por meio do QR Code acrecentado nas contas e faturas, além da possibilidade de comprar bens ou serviços.

“O Pix é um meio de pagamento seguro, assim como são o TED, DOC, transferências entre contas de uma mesma instituição e cartões de pagamento. O seu grande diferencial é a permissão de realizar transferências ou pagamentos, em qualquer dia, incluindo fins de semana e feriados, independente do horário”, destaca a diretora-presidente do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (Procon/AC), Alana Albuquerque.

Para aderir à nova forma de transferência, os consumidores devem entrar em contato por meio dos canais de atendimentos dos bancos ou instituições financeiras onde possuem contas, para solicitar a criação da sua chave Pix. No entanto, como qualquer outro meio de pagamento, o Pix não está livre de tentativas de golpistas. Por isso, é essencial que os usuários fiquem atentos.

“Como se trata de uma novidade, há possibilidade de hackers enviarem links falsos para os consumidores, por meio de SMS, WhatsApp e e-mail que direcionam para sites falsos, assim eles podem instalar programas nos celulares, que acabam roubando os dados dos clientes. Por isso, ignorem esses tipos de mensagens e acessem somente o site ou aplicativo de seus bancos”, alerta a gestora.

Alana Albuquerque ressalta que as instituições financeiras não pedem senhas ou código de validação da transação fora de seus canais oficiais digitais ou por meio de contatos telefônicos. “Já que o meio de utilização do Pix são os aparelhos celulares, outra dica importante é mantê-los sempre bloqueados com senha ou biometria. Também saia dos aplicativos financeiros ao terminar de usá-los”, disse.

Qualquer dúvida, reclamação ou denúncia pode ser feita pelos contatos telefônicos do Procon/AC: (68) 3223-7000 ou 151 de segunda a sexta-feira, das 8 às 13 horas, pelo e-mail: procon.acre@ac.gov.br ou acessando o site: www.consumidor.gov.br.

Para atendimentos presenciais, os consumidores deverão ligar para o número 3215-2447 e agendar um horário para utilizar os serviços do Procon/AC no guichê da Central de Serviços Públicos de Rio Branco (OCA).