O servidor público e candidato a vereador Sebastião Bezerra de Moura (PSD), de 60 anos, morreu na manhã deste sábado (7), após cair de uma altura de aproximadamente 12 metros de uma ponte na zona rural de Xapuri, interior do Acre. Moura estava em um grupo de cinco pessoas e se deslocava para um evento na Comunidade Terra Alta.

Ao passar de motocicleta pela ponte, o candidato se desequilibrou e caiu às margens do Riozinho, afluente do Rio Xapuri. Pessoas que estavam com Moura correram para ajudar e acharam ele com vida.

“Estávamos em uma missão com nosso candidato a prefeito. Íamos em um evento quanto cruzamos uma ponte no Riozinho. Todos estavam de moto, o Gessi passou na moto dele, depois os demais rapazes que nos acompanhavam e por último ele. Quando chegou na parte final da ponte, ele se desequilibrou, porque balança, e caiu”, contou o agente de polícia Iran Vasconcelos, que estava no grupo do candidato e presenciou o acidente.

Vasconcelos explicou que as pessoas pediram ajuda a um barco que passava no rio no momento do acidente. Moura foi colocado dentro da embarcação e levado para a cidade para atendimento médico.

“Pedimos ajuda para o barco, que retornou para o Rio Xapuri e fomos pelo ramal que dá acesso à cidade. Subimos em uma caminhonete com ele ainda vivo e encontramos o Corpo de Bombeiros. Ele foi colocado em uma maca e começou a passar mal. Estava vivo, mas pedia muita água. Morreu a caminho do hospital, já chegando”, relembrou.

Ainda segundo Vasconcelos, a ponte tem aproximadamente 12 metros de altura. Moura era funcionário antigo da saúde e, de acordo com Vasconcelos, era acostumado a andar na zona rural da cidade levando vacina para os moradores.

“Estou muito abalado. Foi uma coisa que nunca passei na vida, vendo ele despencar lá embaixo e não poder ajudar. Quando ele caiu eu estava atravessando a pé, mas o Gessi, que é nosso candidato a prefeito, correu e colocou ele encostado nas pernas dele e vimos o barco passando”, lamentou.

O corpo do candidato foi levado para o hospital da cidade e liberado para o velório.

Por Aline Nascimento, G1 Acre