Todos vocês que me acompanham, sabem que há 30 anos sou filiada a um mesmo partido, o PCdoB. Nele fui eleita vereadora e deputada federal por 4 vezes, sempre com grande votação e, por 2 vezes seguida, a deputada federal mais votada do Estado, o que nunca aconteceu com nenhum outro parlamentar.

Durante todos esses anos vocês nunca viram meu nome envolvido em nenhum escândalo, em nada de errado, graças a Deus. Todos os meus mandatos são éticos e honestos, conquistados com MUITO TRABALHO, sempre apontando para a DEFESA DOS QUE MAIS PRECISAM e sem NUNCA USAR O NOME DE DEUS EM VÃO.

Vocês também sabem que em Cruzeiro do Sul, o Partido no qual sou filiada há 30 anos e por ele disputei todos os mandatos, decidiu se coligar com o candidato Zequinha, um jovem que conheço há anos.

Em Cruzeiro do Sul, também é candidato o meu sobrinho Adônis, filho da Teca, irmã que amo muito. No início da campanha, quando botei o pé em Cruzeiro, liguei para o Adônis e o convidei para tomarmos um café.

Precisei dizer a ele da minha surpresa em saber da candidatura dele apenas pela imprensa, sem merecer a consideração de um único telefonema —não que ele fosse obrigado, claro.

Falei que o partido que ele escolheu seguir, não me permitiria estar ao lado dele, por ser opositor do meu e por eu discordar da postura de muitos desse partido.

Eu compreendo que Adônis tem hoje um pensamento diferente do meu e que, democraticamente, ele tem o direito de seguir por outro lado, também diferente do meu.

Procurei evitar participar dessa disputa para prefeito em Cruzeiro do Sul para que ninguém dissesse que nossa família era desunida. Mas tudo tem limite.

Decidi que não posso abandonar o meu Partido, por quem tenho obrigação ética de atuar lado a lado e que coordenou e organizou todas as minhas campanhas. Agora são eles que precisam de mim e cobram a minha presença.

Reconheço também que minha família tem sido fundamental nessas vitórias e tenho procurado honrar o nome dessa família.

Mamãe e papai merecem toda a gratidão e honraria porque nos ensinaram o caminho certo. Meu nome jamais será enlameado pela minha própria honra e pela honra dos meus filhos, assim peço a Deus todos os dias e trabalho nos moldes da lei diariamente para que tal não aconteça.

Dito isto, comunico a todos que, neste sábado, estarei em Cruzeiro do Sul, ao lado do meu partido, na campanha do candidato Zequinha. Espero que isso não seja um problema pra aqueles que decidiram livremente votar no Adônis.

Não nos esqueçamos do que mamãe dizia: a política não pode desunir uma família, a religião muito menos, porque só quem salva é Deus! Amo vocês Bjs Peta.