O Rio Branco-AC ficou no empate por 0 a 0 contra o Vilhenense-RO, nesse sábado (31), no estádio Portal da Amazônia, na cidade de Vilhena, no interior de Rondônia, em confronto válido pela 10ª rodada do grupo 1 do Campeonato Brasileiro da Série D. O resultado, no entanto, não foi ruim para o Estrelão, que se manteve próximo da classificação para segunda fase da competição.

técnico interino Walter Amaral, que passou a adotar este sobrenome em homenagem ao pai Cleiber dos Santos Amaral, ex-jogador do Rio Branco-AC na década de 70, aprovou o resultado, ainda que não fosse o objetivo do Estrelão. Ele ressalta que o time priorizou a marcação no confronto, mas não deixou de buscar o gol adversário.

– Não é fácil jogar fora de casa e conquistar um ponto. Óbvio que o objetivo não era o empate. O Rio Branco-AC, independente de onde vá jogar, vai sempre buscar a vitória com prudência. Marcamos muito, tive que tirar uns jogadores de suas características para priorizar a marcação, porém não abrindo mão de jogar quando estivéssemos com a bola – disse ao ge na manhã deste domingo (1º).

– Diante de nossa formação, nós íamos ter oportunidade de abrir o placar, como aconteceu, infelizmente não fomos felizes ao finalizar. Acontece, mas fico satisfeito com resultado. O adversário amortece muitas alternativas de emplacar o seu resultado em razão do Rio Branco-AC ter feito, taticamente, o que foi pedido para complicar as jogadas do adversário – completa.

Matematicamente, o Estrelão está a sete pontos de confirmar vaga para próxima fase da Série D. O Alvirrubro soma 17 pontos e ocupa a quarta posição da chave, com seis pontos de diferença para o Independente-PA, quinto colocado com 11. Restam 12 pontos para serem disputados.

“Não pretendo fazer revezamento nos próximos jogos, a não ser que os jogadores me deem essa opção vencendo os três jogos (próximos), o que compensaria com folga no último para descansarem” (Walter Amaral, técnico do Rio Branco-AC)
Nos próximos jogos, o Rio Branco-AC encara Galvez (11ª rodada), Atlético-AC (12º rodada) e Fast-AM (13ª rodada), todos em casa. Walter Amaral afirma que será preciso ter cuidado para não perder esses pontos que serão disputados.

– Temos três jogos em casa e um fora (Independente-PA, na 14ª rodada), dois deles com times da casa, dois clássicos, velhos conhecidos, e um de Manaus (Fast-AM), ou seja, nove pontos disputados em casa. Sabemos da qualidade de cada um deles e temos que nos precaver.

– O Rio Branco-AC sempre vai buscar em qualquer competição o primeiro lugar, onde sempre esteve acostumado a estar. A classificação, óbvio, é o objetivo. Sabemos de nossas responsabilidades. Agora é trabalhar na semana com o pensamento no jogo contra Galvez, já que é o adversário direto para classificação e vamos focar e concentrar para esta partida – finaliza.

O Rio Branco-AC desembarca no Acre na manhã desta segunda-feira (2) e deve se reapresentar no CT José de Melo, na capital, na quarta-feira (3). O duelo contra o Imperador será no próximo sábado (7), às 18h (de Brasília), na Arena Acreana, na capital.

Por Globo Esporte