O Conselho Regional de Contabilidade do Acre (CRCAC) e o Sindicato das Empresas Contábeis (Sescap) reconhecem a visibilidade positiva para os dois segmentos representativos de classe em razão da aprovação do fim do sublimite do Simples Nacional pelo Governo do Estado, agradecem ao governador Gladson Cameli e ao secretário estadual da Fazenda, contador Rômulo Grandidier, por terem prontamente atendido a essa reivindicação da categoria.

Segundo o presidente do CRCAC, Wellington Chaves, a aprovação de uma medida como essa pelo Governo contribui de forma positiva com o trabalho dos contadores em todos os aspectos, fomenta o desenvolvimento das empresas e é prova concreta de que as finanças do Estado estão em boas mãos, tendo um contador como secretário de Fazenda.

“Estamos otimistas por ter um dos nossos [contador] à frente da Sefaz. A presteza e agilidade na aprovação de tão importante medida para que a engrenagem público-privado funcione a contento é a prova de que o governo está no rumo certo”, reconheceu o presidente do CRCAC.

Na prática, o Governo aderiu ao limite de R$ 3,6 milhões do Simples Nacional e ao aumento do parcelamento em até 60 meses para todas as empresas a partir de janeiro de 2021, com expectativas de beneficiar aproximadamente 37,2 mil empresas acreanas.

Atualmente, o valor do sublimite estadual do simples nacional é de R$ 1,8 milhões e com o aumento desse sublimite, os autores da proposta e reivindicação junto ao governo, CRCAC e Sescap, vislumbram que microempresas e empresas de pequeno porte terão a oportunidade de aumentar o fluxo de caixa.

“Estamos otimistas e agradecidos ao governo do Acre por ter atendido nossa reivindicação. A visibilidade positiva junto à nossa categoria, em nível local e nacional se deu devido a grande importância que terá no desempenho de nossas funções”, reconheceu o presidente do Sescap, James Cleo.