O prefeito de Porto Acre, Bené Damasceno (PP), é acusado pelo vereador Denis Vale (Pros) de cometer crime eleitoral. Na rede social Facebook, o parlamentar exibiu nesta quarta-feira (28) o print de uma mensagem que convoca, para a próxima sexta-feira (30), os servidores da educação municipal e estadual para uma reunião com o gestor.

Divulgado por Deusenir Pinheiro – identificada pela reportagem como uma das coordenadoras da campanha à reeleição do atual prefeito –, o texto pede confirmação dos participantes para que seja providenciado o transporte.

Ela faz questão de dizer que o convite é dirigido aos “vigias, merendeiras, zeladeiras, professor, coordenação e gestão” das escolas.

“É dessa maneira que a gestão atual trata os servidores públicos, tanto do estado como do município, isso é crime eleitoral, vocês que estão nessa situação votem consciente não deixem manipular o seu voto eleitor!”, postou Denis Vale.

Em resposta à postagem, Deusenir argumentou que a reunião se daria às 17h – e não às 16 horas, conforme ela mesma havia informado por mensagem de texto. “E pro senhor que não sabe, sexta-feira é feriado”, acrescentou.

Veja os prints:

Fonte: oacreagora.com