O governador do Acre, Gladson Cameli e a primeira-dama Ana Paula Cameli, estiveram presentes na manhã desta quarta-feira, 28, à Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM) para comemorar o Dia do Servidor Público.

A programação voltada para os trabalhadores teve o objetivo de proporcionar um momento de confraternização em alusão ao Dia do Servidor Público, com sorteios de brindes, apresentação teatral, entrega de troféu de reconhecimento pela atuação da equipe, entrega de certificados de reconhecimento a servidores da assistência social e fala das autoridades presentes.

“O trabalho de todos os servidores que compõem o serviço público é essencial para toda a sociedade. O estado pode dar todas as condições, mas o principal depende de cada servidor, o trabalho e a execução é o que de fato pode fazer a diferença”, enfatizou o governador.

Cameli reforçou a importância do servidor público para a continuidade de um Acre melhor e da construção de um futuro promissor para as crianças. “Para mim o que importa é o presente e o futuro, quero deixar o Acre preparado para as nossas crianças, nosso estado é maravilhoso”, frisou. 

“Essa união é que faz a diferença, amamos nosso estado e temos que trabalhar para dar certo. Agradeço e parabenizo aos servidores da SEASDHM”, salientou a primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli.

A secretária da pasta, Ana Paula Lima, apresentou ao chefe de Estado as atribuições que competem a cada diretoria da secretaria, destacando o Programa Bolsa Família, Criança Feliz e o Projeto Saúde Emocional. “Os nossos servidores não têm poupado esforços, trabalharam e trabalham como nunca durante esse período de pandemia, uma equipe aguerrida”, destacou.

A migrante cubana Hany Cruz, que atua na linha de frente da situação migratória no Acre, afirmou estar grata pelo acolhimento no estado. “Quero agradecer aos Direitos Humanos, por terem me recebido e pela oportunidade da SEASDHM de me proporcionar trabalhar com o que eu gosto, ajudar as pessoas”, pontuou Hany.