Um idoso de 66 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (26) na cidade de Mâncio Lima, no interior do Acre, suspeito de estuprar a própria neta de 11 anos. A prisão ocorreu após a família registrar a ocorrência. A polícia instaurou um inquérito e conseguiu um mandado de prisão preventiva do suspeito.

O estupro teria ocorrido na Comunidade Timbaúba, às margens do Rio Moa, na zona rural da cidade, onde morava o idoso e família da menina. O caso foi denunciado há alguns meses e, após concluir o inquérito e pedir a prisão preventiva, o homem foi preso quando estava em frente a um banco.

“Ele praticou o estupro, foi feito o inquérito e representado pela prisão preventiva dele. Ela contou pros familiares que noticiaram os fatos na delegacia. Apuramos, a vítima passou por exame de conjunção carnal [que comprovaram os abusos]”, disse o delegado Obetâneo dos Santos, responsável pelas investigações.

Na delegacia, o idoso foi ouvido e negou o crime. Depois, ele foi encaminhado ao presídio. No momento da prisão, o idoso ainda teria desafiado os agentes.

De acordo com a polícia, a menina também passou por atendimento médico e psicológico e vai continuar recebendo atendimento. Do G1 Acre.