Assessoria – Mais uma vez, o governador Gladson Cameli demonstrou que sua gestão está sempre aberta ao diálogo. Nesta segunda-feira, 26, ele recebeu o presidente do Sindicato dos Urbanitários, Marcelo Jucá, e o diretor de Comunicação, Mauricélio França, para tratar sobre vários assuntos relacionados ao Departamento de Água e Saneamento (Depasa).

Questionado sobre a proposta privatização do órgão, Cameli descartou a possibilidade. Na oportunidade, Gladson demonstrou sua preocupação em relação ao serviço de água e esgoto que vem sendo oferecido à população. O governador aproveitou a experiência dos sindicalistas e solicitou a contribuição deles por meio de propostas que venham a contribuir com avanços no Depasa.

“Sabemos que este é um problema muito antigo e precisamos encontrar alternativas para melhorar o abastecimento de água em Rio Branco e nos demais municípios. Mais de R$ 1 bilhão já foi investido e ainda sofremos com a falta d’água. Gostaria de deixar claro que o Depasa não será privatizado e os seus servidores não serão demitidos”, pontuou.

Por sua vez, Marcelo Jucá elogiou a postura democrática do governador Gladson Cameli ao debater o tema e reafirmou o pedido para que o Depasa siga como uma empresa estatal.

“O governador prometeu que iria nos atender e cumpriu com sua palavra. Acreditamos que se o serviço for bem gerenciado, ele tem como continuar público e prestar um serviço de qualidade à população”, ressaltou o presidente do Sindicato dos Urbanitários.