Os dois acusados de matar quatro pessoas em uma chacina, na cidade de Assis Brasil, foram condenados juntos a 318 anos de prisão. O julgamento dos dois ocorreu nessa segunda-feira (19), na 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar, em Rio Branco.

O crime ocorreu no dia 1º de julho de 2018 quando as vítimas tiveram a casa invadida por um grupo armado, no bairro Bela Vista. Na época, a Polícia Militar informou que as vítimas faziam uma reunião entre integrantes de uma facção rival, quando foram executados por um grupo rival. Outras quatro pessoas ficaram feridas na ação.

Ezaquiel Nascimento Teixeira foi condenado a 164 anos de prisão pelos crimes de homicídio qualificado, tentativa de homicídio qualificado, lesão corporal e por integrar organização criminosa.

Antonio Russenildo Lopes da Costa recebeu pena de 154 anos também por homicídio e tentativa de homicídio qualificado e por participar de organização criminosa.

As condenações dos dois são pelas mortes de Lucas Klauman da Silva, Francinildo Moçambite da Silva, Renato Moçambite da Silva, Luis Felipe Gonçalves. Além das lesões corporais e tentativas de homicídios, os dois foram inocentados pelo crime de corrupção de menores.

A dupla também teve negado o direito de recorrer em liberdade. A reportagem não conseguiu contato com os advogados listados no processo.

Por Alcinete Gadelha, G1 Acre