Dois homens foram presos na madrugada desta segunda-feira (19), em Rio Branco, durante cumprimento de mandados de prisão e busca e apreensão. Os presos não tiveram os nomes divulgados.

A polícia informou que um dos presos, apontado como líder da organização criminosa na cidade de Bujari, foi preso em uma casa no Conjunto Habitacional Cidade do Povo. Com as provas coletadas na operação, ele foi representado pela prisão por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

“Era responsável por comandar o crime na cidade do Bujari, realizamos uma operação naquela cidade em agosto deste ano e predemos três pessoas em flagrante e essa pessoa conseguiu fugir da ação da polícia. Coletamos provas, apreendemos drogas e armas na residência dessa pessoa e, hoje, logramos êxito em prender. Essa pessoa tentou evadir-se pulou uma cerca e foi encaminhada ao pronto-socorro de Rio Branco e agora está à disposição da justiça”, disse o delegado Pedro Paulo Buzolin, que coordenou a ação.

O outro homem foi preso no bairro Sobral e de acordo com a polícia, ele possui condenação de 16 anos e 11 meses de reclusão pela prática de roubo, e era investigado pelo Necap.

“Na segunda ação, cumprimos um mandado de busca e apreensão na região da Sobral, visando prender um assaltante que possui uma condenação a mais de 16 anos de reclusão em regime fechado. Logramos êxito em prendê-lo e encontramos provas que essa pessoa participa de organização criminosa, motivo pelo qual lavramos auto de prisão em flagrante em seu desfavor”, acrescentou.

A ação foi realizada pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas (Draco) e com apoio da Coordenadoria de Operações Recursos Especiais (Core) e do Núcleo Especializado em Capturas da Polícia Civil (Necap).

Por Alcinete Gadelha, G1 Acre