Brasil 247 – Ao conhecer os resultados não oficiais, Luis Arce afirmou que fará um governo de unidade nacional para reconstruir a economia.

A presidente golpista da Bolívia, Jeanine Áñez, felicitou o candidato do Movimento pelo Socialismo (MAS), Luis Arce, pela vitória nas eleições gerais com mais de 50 por cento dos votos.

“Ainda não temos uma contagem oficial, mas pelos dados que temos, o Sr. (Luis) Arce e o Sr. (David) Choquehuanca venceram a eleição. Parabenizo os vencedores e peço que governem pensando na Bolívia e na democracia”, expressou Jeanine Añez por meio de seu Twitter.

De acordo com as sondagens das eleições de domingo, Luis Arce obteve 52,4 por cento dos votos, mais de 20 pontos percentuais de diferença em relação ao segundo mais votado, o ex-presidente neoliberal Carlos Mesa.

Ao saber dos resultados não oficiais, Luis Arce afirmou que fará um governo de unidade nacional para reconstruir a economia.

“Recuperamos a democracia, recuperamos a esperança. Vamos governar para todos os bolivianos e construir um governo de unidade nacional”, disse Arce a jornalistas do comando de campanha de seu partido político.

Rodeado por dirigentes do MAS e dirigentes de diversas organizações sindicais, camponesas e indígenas, Arce agradeceu ao povo boliviano e à comunidade internacional o apoio ao processo eleitoral com o qual a Bolívia saiu de uma transição de quase um ano após a crise. pós-eleição 2019.

Também ratificou seu compromisso de cumprir as promessas de campanha, “nosso compromisso é trabalhar, realizar nosso programa. Vamos governar para todos os bolivianos. Vamos construir a unidade de nosso país”, acrescentou.

O novo chefe de estado agradeceu à comunidade internacional pelo acompanhamento do processo eleitoral que se desenvolveu com muita polarização e expectativa, “Agradeço aos observadores que tiveram a gentileza de vir a nossa casa e ouvir nossas preocupações sobre o andamento do evento. sistema eleitoral ”, acrescentou.

“Os resultados mostram que o povo é sábio e vamos atender com todas as expectativas”, finalizou o presidente eleito

O ex-presidente boliviano Evo Morales comemorou a vitória eleitoral do Movimento pelo Socialismo (MAS) ao constatar que seu povo deu uma lição de democracia e perseverança nas urnas.

De Buenos Aires, onde chegou em dezembro passado depois do golpe e é refugiado político, Morales homenageou o povo que, segundo ele, não caiu em tantas provocações e fez com que seu espírito democrático decidisse o destino da Bolívia, informa a Telesul .