Representantes de instituições públicas estaduais e municipais deram início ao planejamento das ações de trânsito a serem colocadas em prática durante o pleito eleitoral deste ano. Em um ano atípico, por conta da pandemia Covid-19, as eleições em 2020 serão realizadas no dia 15 de novembro e em horário estendido.

A Superintendência de Transportes e Trânsito de Rio Branco (RBTrans) anunciou o reforço no transporte coletivo e a possível interdição de ruas e avenidas da capital. Além disso, dez agentes serão destacados para ampliar a cobertura do patrulhamento de trânsito em todas as regionais e a equipe de engenharia de tráfego estará de prontidão.

“O Município divide Rio Branco em dez regionais e nós vamos atuar com nosso efetivo nas áreas com maior movimentação de pessoas e concentração de seções. Por necessidade do poder público, algumas alterações no trânsito poderão ser realizadas. O envolvimento de todos os órgãos de trânsito é fundamental”, lembrou Sawana Carvalho, superintendente da RBTrans.

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) vai colocar pelos menos 15 agentes nas ruas de Rio Branco. Caminhonetes, vans e motocicletas serão empregadas nas demandas da Coordenadoria Integrada de Fiscalização (Ciftran). O trabalho também contará com o apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran/PM).

“Estamos recebendo o planejamento dessas instituições e vamos distribuir nosso efetivo conforme a necessidade dessa previsão. O movimento no dia da eleição é sempre muito grande e nosso objetivo é garantir a segurança viária e ordem no fluxo em toda a cidade”, lembrou Luiz Fernando Duarte, presidente do Detran.