A televisão, sem dúvida, é um importante meio de comunicação de massa em nosso país, e isso não é diferente no Acre. E para comemorar os 46 anos de atuação no estado, o grupo Rede Amazônica reuniu nesta sexta-feira, 16, colaboradores e autoridades para relembrar e homenagear alguns dos que fazem parte da história da emissora.

“Fiquei feliz ao saber que a primeira transmissão da Rede Amazônica no Acre foi feita nas escadarias do Palácio Rio Branco. E saber que hoje essa é uma grande emissora, o que se dá por meio da divulgação de conteúdo de alta qualidade, seja por meio da internet, pelos portais G1 Acre, Globo Esporte Acre, pelas ondas da Rádio CBN Amazônia Rio Branco, Portal Amazônia ou Amazon Sat”, observou o governador.

Cameli fez questão de enaltecer o trabalho realizado pelos jornalistas, técnicos e todos os profissionais envolvidos. “O trabalho dessa equipe é muito valioso. A postura dos técnicos e jornalistas é reconhecida em todo Acre pela ética e competência profissional. Não poderia deixar de agradecer também pelos empregos que a empresa proporciona. Quase cem empregos diretos. É uma contribuição econômica muito importante para o estado”, enfatizou.

O CEO (ou presidente) do grupo, Phelippe Daou Júnior, disse que já passaram por vários momentos e que  a decisão de instalar a empresa no Acre foi uma decisão tomada com o coração: “Esses 46 anos são importantes, pois representam um tempo de mudanças e avanços da televisão brasileira. Meu pai [Phelippe Daou] deu início a todo esse sonho e hoje estamos aqui para continuar vivendo. Ele sem dúvida foi um construtor de pontes e de sonhos. Servir ao Acre nos une e nos fortalece”.

Empresa homenageia funcionários

O cinegrafista Luiz Alberto Maciel, conta com muita emoção sobre os 27 anos de atuação na emissora. Ele relembra que começou fazendo um curso de imagens no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e que foi encaminhado para fazer um estágio na emissora.

“Desse estágio fui chamado para fazer um teste em outro departamento, surgiu a vaga e eu estava pronto para assumir e desde então estou nessa empresa, que já considero como também a minha família. Durante esse tempo tudo contribuiu para o meu crescimento como profissional e como pessoa também. Só posso agradecer por todas as oportunidades”, explica Luiz, que é mais conhecido entre os amigos como “Luizão”.

Outro funcionário homenageado pela emissora foi o apresentador Ayres Rocha, com 30 anos de casa. Rocha relembrou emocionado sobre o tempo na empresa e diz que já viveu muitos momentos marcantes. Dentre eles citou que assistiu de casa, ainda menino, a transmissão do primeiro telejornal da emissora. “Não poderia deixar de registrar, entre os momentos importantes da minha vida profissional, a oportunidade que tive ao apresentar no ano de 2019 o Jornal Nacional. Nunca nos meus sonhos imaginei que isso poderia acontecer”, relatou.

Ayres relembra que a emissora tem abraçado os projetos que contribuem para o crescimento profissional de toda a equipe. “Esse projeto do JN foi um deles. Por isso, reafirmo que é uma alegria imensurável fazer parte e viver tudo isso com muito  entusiasmo”, destacou.

Participaram ainda do evento, o presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Nicolau Júnior; a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri; a procuradora-geral do Ministério Público, Kátia Rejane Araújo; o presidente da Federação das Indústrias do Acre (Fieac), Adriano Ribeiro; e o diretor-executivo do grupo Rede Amazônica, Edmundo Curvo.