“Quando se trata de preservar e salvar vidas, não podemos perder tempo”. O sentimento externado pelo governador Gladson Cameli reflete no compromisso que tem com a saúde do estado em ofertar assistência rápida e de qualidade à população. Fruto disso foi o primeiro resgate aeromédico noturno realizado nesta terça-feira, 13, no município de Feijó.

A missão só foi possível graças às obras feitas pelo governo do Estado na recuperação, pintura e iluminação da pista de pouso do aeródromo do município, que recebeu sinalização noturna inédita. Após sofrer um infarto agudo do miocárdio, a paciente, uma idosa de 79 anos, foi transferida de Tarauacá até Feijó por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e resgatada em seguida pelo serviço aeromédico.

Para a médica que acompanhou o resgate da paciente até o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), Daniela dos Santos, com o funcionamento noturno, o aeródromo de Feijó passa a ser uma base de apoio importante para eventuais operações de resgate médico de emergência naquela região.

“Quanto menor for o tempo resposta em cada ocorrência, maiores serão as chances de uma vida ser salva, a exemplo da paciente resgatada ontem após sofrer um infarto. Com a sinalização noturna da pista, resgates aeromédicos que só eram possíveis de dia, agora serão realizados após o por do sol, garantindo assistência imediata em casos de urgências na região”, destaca.

Desde o início da sua gestão, Gladson Cameli demonstrou interesse no balizamento noturno da pista, já que Feijó fica estrategicamente posicionada entre as duas maiores cidades do Acre, Rio Branco e Cruzeiro do Sul. A fase mais urgente beneficiou primeiramente Feijó, Tarauacá e Jordão, mas todos os municípios com pistas, incluindo os de difícil acesso, serão beneficiados.

O projeto de reconstrução completa dos quatro aeródromos tem perspectivas de investimentos na ordem de R$ 20 milhões para cada um, totalizando R$ 80 milhões para todas as pistas. Por enquanto, a pista de Feijó ainda não foi liberada para voos comerciais, apenas foi aberta para o transporte aeromédico noturno na missão de salvar vidas.