O Jornal Band News divulgou que o senador Márcio Bittar (MDB/AC), relator do programa Renda Cidadã, que deve pagar entre R$ 200 a R$ 300 por mês às pessoas em vulnerabilidade social, foi o senador que mais gastou dinheiro público em 2020.

Segundo os dados do Portal de Transparência do Senado, Márcio Bittar gastou 314 mil reais da cota parlamentar entre janeiro a setembro deste ano. A cota parlamentar de cada senador é gasta com passagens, diárias, hospedagem, combustível, alimentação, consultorias, divulgação de atividades parlamentares e outras despesas.

Dentre outras coisas, segundo o portal, Bittar gastou R$ 176 mil, na contratação de consultorias e assessorias, mais de R$ 86 mil na divulgação da atividade parlamentar, dentre outras coisas.

Marcio Bittar dispõe de 49 assessores, que custam, por mês, R$ 407 mil. Ele ganha um salário de R$ 33 mil e assistência médica oferecida pelo Senado.

Só o senador do MDB/AC, nos primeiros nove meses do ano, custou aos cofres públicos quase R$ 4 milhões, o que seria suficiente, se o Renda Cidadã for de R$ 250, para pagar mais de 16 mil benefícios por mês.

Veja o Vídeo:


Folha do Acre