Com prorrogação de prazo do benefício, Bruno pode continuar treinando e jogando sem a tornozeleira eletrônica — Foto: Rede Amazônica Acre

O primeiro prazo dado pela Justiça para que o goleiro Bruno, do Rio Branco-AC, pudesse atuar em jogos e treinos do clube sem utilizar a tornozeleira eletrônica expirou na última quinta-feira (7). E para que o goleiro não tivesse problemas para entrar em campo neste domingo (11), para defender o Estrelão diante do Vilhenense em jogo do Campeonato Brasileiro da Série D e também na sequência da competição nacional, a defesa do jogador entrou com um pedido na Justiça de prorrogação do prazo.

A solicitação foi acatada pelo juiz de Direito Hugo Barbosa Torquato Ferreira e a nova decisão foi incluída no processo na sexta-feira (9), através do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC).

Com a autorização judicial, o goleiro Bruno pode retirar a tornozeleira eletrônica antes de treinos e jogos do Rio Branco-AC e terá que usá-la quando não estiver trabalhando.

O camisa 1 do Estrelão será titular neste domingo contra o Vilhenense. A partida é válida pela quinta rodada do grupo 1 e será disputada na Arena Acreana, na capital do Acre, às 19h (de Brasília). O Rio Branco-AC está em quinto lugar no grupo com seis pontos. O Vilhenense é o sexto com quatro.