Após ser preso e ter que pagar uma fiança no valor de R$ 30.000,00 (trinta mil reais), o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (MDB), faltou com a verdade ao gravar um vídeo afirmando que não foi preso, apenas conduzido à sede da Polícia Federal.

Sales foi preso após a Polícia Federal deflagrar a Operação Acúleo, no último dia 11, sob a acusação de porte ilegal de arma de fogo e crime ambiental, por manter animais silvestres em cativeiro.

Na fazenda de Vagner Sales, localizada no ramal do Badejo do Meio, em Cruzeiro do Sul, a Polícia Federal encontrou uma espingarda sem calibre identificado e seis jabutis.

O objetivo da operação da Polícia Federal, era investigar fraudes em licitações na prefeitura de Cruzeiro do Sul, mas foram surpreendidos ao chegar na fazenda do ex-prefeito e notar que o mesmo andava fora da lei.

Na ocasião, a imprensa local chegou a divulgar a prisão de Vagner, que gravou vídeo negando a prisão para tentar enganar os cruzeirenses de que não havia sido preso.

Veja o vídeo e a documentação abaixo: