Com 1.923 acidentes de trânsito no geral registrados entre janeiro e julho deste ano em todo estado, o governo do Acre criou o comitê Programa Vida no Trânsito para definir estratégias de prevenção e monitoramento dos casos.

O decreto, assinado pelo governador Gladson Cameli, que institui o comitê foi publicado na edição desta quinta-feira (10) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Conforme o texto, o comitê, que é composto por 17 instituições, deve assessorar a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) na formulação e execução de política estadual de saúde volta à redução de mortalidade por acidentes de trânsito.

O grupo deve ainda elaborar e monitorar um plano de ação intersetorial de prevenção de acidentes de trânsito e desenvolver ações de melhoria na qualidade da informação dos bancos de dados de acordo com a competência de cada instituição.

A participação no comitê é considerada prestação de serviço público e não vai ser remunerada. Ainda de acordo com o decreto, o grupo deve se reunir a cada dois meses e divulgar relatório anual das atividades que foram desenvolvidas.

Além da Sesacre, o Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran) também vai compor o grupo. O presidente do órgão, Luiz Fernando Duarte, falou que o comitê vai contribuir com as ações já desenvolvidas pelo Detran para redução dos índices de acidentes.

“A ideia é justamente unir esses órgãos e levarmos todas as informações pertinentes ao trânsito para buscarmos, juntos, mais estratégias de redução dos acidentes de trânsito com vítimas fatais e não fatais e também de acidentes sem vítimas”, disse Duarte.

Acidentes de trânsito no Acre

Os dados mais recentes levantados pelo Detran-AC são referentes aos meses de janeiro a julho deste ano. Foram registrados 1.923 acidentes, sendo 1.433 somente na capital acreana. Ao todo, 30 pessoas morreram em acidentes de trânsito no Acre este ano, 15 delas em Rio Branco. De janeiro a julho do ano passado foram 2.601 em todo estado, sendo 2.031 em Rio Branco. No total, 31 pessoas morreram no mesmo período no ano passado.

O dado não inclui acidentes registrados nas rodovias federais e que são atendidos pela Polícia Rodoviária Federal no Acre (PRF-AC).

O mês com maior número de casos foi janeiro, com 366 acidentes. Em julho foram contabilizados 281 casos. Do total de acidentes, 743 não tiveram vítimas fatais e em 29 deles foram registradas mortes. A maioria dos acidentes não teve vítimas. Por Iryá Rodrigues, G1 Acre