O deputado estadual Jenilson Leite ( PSB), médico infectologista, cumpriu agenda na cidade de Feijó, no sábado (05), na qual visitou a maternidade da cidade e constatou a falta de médico obstetra.

A maternidade do município da quarta maior população do Estado do Acre tem apenas um médico que realiza cesariana. Ou seja, procedimento cirúrgico que é preciso fazer cirurgiar para retirar o bebê do útero da mãe.

O parlamentar que é médico infectologista dialogou com os funcionários e a equipe gestora da maternidade. Das reivindicações feitas ao deputado, destaque para a contratação de um obstetra.

Na próxima terça-feira, o deputado deverá apresentar um requerimento solicitando da Secretaria de Saúde a contratação de um especialista em obstetrícia. O pedido será endossando aos dos colegas feijoenses: Marcos Cavalcante e Cadmiel Bonfim, que já fizeram a solicitação, mas o governo não atendeu ainda.

Para Jenilson, é importante que o governo tenha uma atenção em relação ao assunto. Porque não adianta ter bons hospitais voltado ao público feminino, a exemplos das maternidades de Feijó e Tarauacá, sem que haja profissionais para atender a população. “Vamos endossar o pedido dos deputados Cadmiel e do Marcos, porque é humanamente impossível apenas um médico obstreta atender uma população de 40 mil pessoas. Ter bons hospitais é bom, mas ter uma equipe de profissionais que atenda as necessidades da população é melhor ainda”, afirma o médico.