Armando Filho, Samuel Farias e Hélio de Paula, aparecem junto ao empresário Márcio Ribeiro na imagem

Na eleição deste ano um fato curioso chama atenção em Guarajá, os últimos três prefeitos que governaram a cidade antes de Ordean aparecem juntos. Isso mesmo, eles estão tentando vender para a população uma unidade entorno do candidato do grupo, o ex-secretário de finanças da Gestão Hélio, o pré-candidato a prefeito Marcio Ribeiro

Armando filho, Samuel e Dr.º Hélio de Paula, são gestores que deixaram estragos na administração do município e agora aparecem juntos declarando apoio ao pré-candidato do grupo Marcio Ribeiro.

No domingo (06) durante a convenção do pré-candidato do grupo, era notório o nível de campanha que estão se propondo a fazer. Foi preciso todos se juntarem para enfrentar o atual prefeito Ordean, este com muito prestígio na sociedade de Guajará por conta dos grandes feitos da gestão.

Guajará é uma cidade que tem ligação terrestre com as cidades de Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Cruzeiro do Sul, esta última é a referência para muitas necessidades da população Guajaraense.

Um histórico de acusação de desvios recursos durante administrações de todos esses três últimos gestores, gerou processos nos órgãos de controle das contas públicas do estado do Amazonas.

O atual prefeito Ordean Silva quebrou um ciclo familiar e vicioso na administração da cidade, tendo reconhecimento da população pela modernização e maneira de administrar o bem público.

O curioso é que enquanto no poder, a população de Guajará se via mais necessitada, sem oportunidade e assistia os recursos do município ser investido com empresários de fora, deixando a economia falida. Por outro lado, os patrimônios dos gestores aumentavam significativamente, tanto em Cruzeiro do Sul, quanto em Manaus.

A gestão atual ganhou credibilidade junto ao governo estadual, deixou o município adimplente para acessar recursos sejam de emendas, sejam de convênios federais e estadual.

A prefeitura de Guajará hoje é uma casa arrumada, que tem tudo para dizer não ao retrocesso e avançar ainda mais nas áreas de interesse de sua gente.