Adalsenilson de Oliveira Marcílio da Silva, 34 anos, morreu na manhã deste domingo (30), a caminho do hospital, em Rio Branco. Ele foi atingido por pelo menos dois disparos na casa dele, no bairro Vila Acre.

O Centro de Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) disse que a mulher da vítima informou à polícia que o marido foi verificar um barulho no portão e ouviu ele gritar, já do lado de fora, pedindo calma. Ao sair, ela teria visto dois homens armados e com coletes a provas de bala. Um deles estava encapuzado e teriam afirmado ser da polícia.

O marido teria pedido que a mulher pegasse o cachorro e quando ela virou de costas ouviu os disparos. Um teria atingido a vítima no pescoço e outro o peito. Mesmo ferido, ele ainda tentou correr.

Ele foi socorrido por um vizinho, mas morreu a caminho do hospital.

O Instituto Médico Legal (IML) informou que as equipes foram buscar o corpo da vítima na Unidade de Pronto Atendimento do Segundo Distrito de Rio Branco (UPA).

Ainda de acordo com o Ciosp, foi feita uma busca na casa da vítima e encontraram uma arma de fogo. Após consulta, foi constatado ainda que ele era monitorado e tinha sido solto há cerca de um mês. Do G1 Acre