Após um denúncia, policiais do 6° Batalhão da Polícia Militar do Acre (6°BPM) e do Pelotão Ambiental flagraram, nesta quarta-feira (26), uma extração ilegal de madeira em uma Área e Preservação Permanente na Reserva Estadual do Polo. O local fica na BR 364, na Comunidade Lagoinha, em Cruzeiro do Sul.

Quando chegaram na área, a comunidade mostrou aos policiais áreas de desmatamento no meio da mata e pontos de extração ilegal de madeira. Segundo os denunciantes, a prática foi realizada por madeireiros e pessoas da própria comunidade.

Mediante constatação dos crimes ambientais, o Pelotão Ambiental iniciou junto Sepa e o Instituto do Meio Ambiente do Acre (Imac) um trabalho de monitoramento da reserva para identificar os autores e realizar os procedimentos criminais e administrativos.

Flagra de incêndio ambiental

Em um patrulhamento à noite na BR 364, na entrada do Ramal 06, já na cidade de Rodrigues Alves, os policiais avistaram incêndios florestais nas duas áreas. Os denunciantes contaram que os autores atearam fogo e fugiram.

Segundo a polícia, como a prática é considerada crime ambiental, foi feito um BO na delegacia de Cruzeiro do Sul para que as providências cabíveis sejam tomadas. Apenas este ano foram conduzidos cinco autores de incêndio florestal na região.

Do G1 Acre