Desde que o TRE cassou a chapa Ilderlei Cordeiro e Zequinha Lima, muitos rumores sobre o que aconteceria estampam o noticiário local e entre as apostas, estra a possibilidade de Clodolado não estar convencido de assumir o mandato tampão. A possibilidade foi desmentida pelo vereador, que afirmou não ter sido uma decisão fácil de ser tomada, mas que em respeito ao povo cruzeirense e a decisão da justiça, abrirá mão sim de uma possibilidade de reeleição de vereador, para cumprir suas obrigações.

“Conversei com as pessoas que me ajudam na política e que sempre estiveram comigo, não foi uma decisão fácil de ser tomada e foi pelo amor a minha cidade e o respeito as pessoas que decidi não fugir daquilo que a justiça determinou”, disse Clodoaldo.

Sobre os rumores de que estaria usando uma estratégia de retardar a posse por estratégia de aguardar o julgamento do recurso apresentado ao TSE, pela defesa do prefeito cassado Ilderlei Cordeiro aproveita para desmentir.

“Não tem nada de anormal na situação, o vice-presidente da Câmara municipal vereador Ocenir iria me empossar nesta terça-feira, mas como a sessão será na minha comunidade Santa Rosa, tivemos que remarcar para quarta-feira, haja vista o falecimento de uma pessoa muito querida na comunidade”, finalizou Clodoaldo.

Ainda questionado sobre prováveis mudanças na equipe da gestão deixada por Ilderlei e Zequinha, Clodoaldo não confirmou nada e disse que primeiro quer tomar posse e dar continuidade as ações que vinham sendo executadas pelo prefeito Ilderlei Cordeiro.

Clodoaldo é do mesmo partido de Ilderlei Cordeiro e Zequinha Lima, o PP, um dos motivos que o deixa muito tranquilo para dar continuidade ao que já vinha sendo feito.