O Ministério do Turismo nomeou um aluno de Olavo de Carvalho parar coordenar o apoio a quilombos dentro da Fundação Palmares. A publicação saiu hoje no Diário Oficial.

Victor Hugo Diogo Barboza, de 33 anos, atuará como coordenador de articulação e apoio às comunidades remanescentes dos quilombos. A indicação foi do presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo.

Victor chegou a incluir que é aluno de Olavo no currículo apresentado à Palmares para a vaga. Segundo o documento, ele faz o curso online de “filosofia” de Olavo.

O novo coordenador é formado em direito e biomedicina e trabalhou por sete anos como assessor de acompanhamento de projetos na liderança do MDB na CCJ e na CAE do Senado.

O currículo não inclui, no entanto, nenhum curso ou especialização sobre causas negras e, no documento enviado à Fundação, Victor afirma não ter experiência profissional ou títulos de especialização relacionados ao cargo que ocupará. Via Época