Com o início dos trabalhos de pavimentação nas proximidades de escolas rurais na semana passada, o governador em exercício, Major Rocha, esteve em visita ao município de Senador Guiomard na tarde desta quarta-feira, 12, para acompanhar o avanço das obras de melhorias estruturais no entorno da Escola Bela União, localizada no Ramal do Iquiri.

Além da pavimentação com tijolos no entorno da unidade de ensino, a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) está construindo o novo pórtico de entrada da escola, preparando o calçamento, instalando sinalizações de trânsito e realizando melhorias no espaço urbanístico.

O objetivo é oferecer acessibilidade aos moradores e, principalmente, aos alunos do ensino público, bem como garantir a segurança em seu deslocamento e diminuir os efeitos causados pela poeira ou lama.

“Queremos dar condições, facilitar a vida do estudante e incentivá-lo a ir à escola, oferecendo-lhe dignidade e segurança. A obra faz parte da Operação Retomada, e pretendemos entregá-la na próxima semana”, disse Major Rocha.

Moradores bem próximos da Escola Bela União, Maria de Nazaré dos Santos e Guilherme Avelino estão na região há pelo menos dez anos. Ambos trabalham como pescadores e precisam se deslocar, no inverno ou verão, para prover o sustento. Em épocas de chuva, é mais difícil sair de casa. “É a primeira vez que vejo homens do governo trabalhando aqui no ramal e para nós é motivo de alegria, pois sabemos o que enfrentamos todos os anos com atoleiro e poeira. Agradecemos o empenho do governador em nos ajudar”, diz Guilherme.

Em Rio Branco, as escolas que estão passando pelo mesmo processo são Alcíades Guilherme, Flor do Campo, Agnaldo Moreno, Nova Esperança I, Alto Alegre e Santo Antônio II. Já no Bujari, as escolas beneficiadas serão Paraíso e Nova Vida. Em Senador Guiomard, além da Bela União, também receberá melhorias a Escola Bom Destino. Em Acrelândia,  será a Santa Luzia. No total, serão aplicados mais de R$3,7 milhões nessas obras, e oito empresas foram selecionadas para a execução.

Cada uma dessas intervenções deve gerar por escola, no pico dos trabalhos, no mínimo 30 empregos diretos. Com o recurso aplicado no estado, há oportunidade para que empresas de menor porte participem. Além disso, todo o material utilizado é comparado aqui.

Jamesson Lima, secretário adjunto da pasta de Infraestrutura avalia o empreendimento: “Os investimentos chegam em boa hora, pois acontecem ao mesmo tempo em que o governo fortalece a rede de transportes escolares com a compra de ônibus. Isso ajuda o Acre a sair desse momento de crise gerada pela pandemia. “, finalizou Jamesson Lima, secretário adjunto da Seinfra.