Para solucionar antigos problemas de abastecimento em Assis Brasil, o Governo do Estado do Acre, por meio do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa), já garantiu a implantação de um sistema de bombeamento no município.

Implantado há mais de 20 anos, o processo em Assis Brasil opera por gravidade (água transportada pela força da gravidade apenas, sem bombeamento), técnica que há muito deixou de atender à necessidade da população, hoje estimada em seis mil habitantes. “É uma estrutura defasada que, há pelo menos cinco anos deveria ter recebido investimentos para aumentar a pressão”, explica o gestor da unidade do Depasa em Assis Brasil, Arquileudo Mathias.

A melhoria do sistema de saneamento do Estado está entre as prioridades da gestão Gladson Cameli, que ao assumir determinou à gestão da concessionária de serviços de  água e saneamento um levantamento minucioso da estrutura e necessidade de investimentos. Em Assis Brasil, o estudo apontou inconsistência de rede. Apesar de todo o esforço para garantir o abastecimento aos usuários, o sistema por gravidade já não permite que a água chegue aos moradores de dois dos cinco bairros atendidos pelo Depasa. A solução adequada é a implantação imediata do sistema de bombas.

A compra do equipamento já foi efetivada e a entrega pelo fornecedor deverá se cumprir no prazo de 40 dias quando, então, o sistema passará a funcionar por bombeamento, permitindo atender todos os usuários do Depasa em Assis Brasil. “Sensível e atento às necessidades da população, o governador Gladson Cameli não tem medido esforços para garantir os recursos necessários à ampliação e melhorias, e nós, do Depasa, estamos sempre a postos em busca de dar respostas aos anseios da população”, ressaltou o diretor-presidente do órgão, Luiz Felipe Aragão.