Por volta das 23h20 desta terça-feira, dia 11, o delegado titular do município de Epitaciolândia, Luís Tonini, juntamente com sua equipe, se deslocou até o bairro Beira Rio, onde foram avisados de um corpo de uma jovem que foi localizado dentro do matagal.

As primeiras informações dão conta de que e jovem seria moradora do município vizinho de Brasiléia, identificada inicialmente pelo nome de “Manu Alves”, de aproximadamente 18 anos, conforme sua página pessoal no Facebook.

E mesma teria sido levada por colegas até o local e foi morta por golpes de faca e tiros, uma vez que moradores do Bairro, comentaram que teriam ouvido som de disparos de arma de fogo pela manhã.

O trabalho que está se desenrolando, também contou com o apoio da Polícia Militar do 5º Batalhão. Um suspeito já foi identificado e detido além de duas menores, sendo conduzidos para delegacia do município.

“A vítima foi trazida por colegas de Brasiléia e foi assassinada por membros de um grupo criminoso no local (…). Estamos ainda na captura dos demais envolvidos nesse crime que praticamente está solucionado “, disse o delegado Tonini e lamentou que os jovens de hoje estejam indo por caminhos errados que termina da forma cruel, conforme o caso dessa jovem.

Após da identificação de alguns envolvidos, os agentes souberam que um menor teria cometido o assassinato efetuando o primeiro disparo, mas teria errado. O segundo teria acertado o ombro efetuado pelo maior e logo em seguida efetuaram vários golpes de faca enquanto a jovem estava agonizando do tiro.

O corpo foi resgatado e será levado para o Instituto Médico Legal na Capital, onde passará por exames para saber quantas perfurações de arma branca (faca) que foi encontrada no local e tiros, ceifaram a vida da jovem.

Por Alexandre Lima / oaltoacre