O secretário municipal de obras, Edson Rigaud, vistoriou na manhã desta segunda-feira, 10, as obras de reforma e revitalização dos mercados municipais Aziz Abucater e Elias Mansour. Ambos, passam por um amplo processo de infraestrutura, visando melhorar as condições de trabalho dos permissionários e garantir conforto e comodidade aos frequentadores dos equipamentos público.

A intervenção na área de infraestrutura dos mercados centrais de Rio Branco segue uma orientação da prefeita Socorro Neri e atende pedido antigo da comunidade, em especial dos permissionários que utilizam o espaço para comércio.

Segundo Edson Rigaud a gestão busca requalificar todo eixo central da cidade promovendo intervenções no calçadão, mercados e no terminal urbano. “Essa obra está inserida na proposta, infelizmente tivemos o problema do Covid-19, alguns funcionários foram contaminados e isso prejudicou muito.  Estamos trabalhando para concluir e entregar mais esse equipamento à sociedade, dentro de um conceito, que visa deixar o Centro mais agradável. É lugar de fonte de renda, de geração de trabalho e é isso que a prefeita Socorro Neri quer para nossa cidade”, explicou Rigaud.

O secretário Municipal de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Econômico (Safra), Paulo Sérgio Braña, também participou da visita e destacou a importância das obras em execução. “O mercado é o espaço público mais visitado da cidade. A população se encontra aqui. Seja para comprar peixe, verdura, carne, frutas, entre outros produtos e precisa ser um lugar salubre, adequado para o comércio de alimentos, de modo que não venha trazer problemas sanitários para as pessoas”.

A reforma realizada atualmente pela Prefeitura garantirá ao Mercado Aziz Abucater a substituição dos box de madeira por instalações em alvenaria e o Mercado Elias Mansour passa por uma adequação, nos box, além da troca de piso por granilite. 

Entre os comerciantes, a expectativa é positiva. Patrícia Vieira Lins, que atua com outros membros da família em um dos box do Mercado Elias Mansour, diz que está confiante. “Estava faltando essa iniciativa para a melhoria do nosso Mercado. A reforma está ficando ótima, esse piso era algo que nós sonhávamos, mas precisamos entender que a obra traz um transtorno passageiro, porém o benefício é definitivo”, colocou.