Todos são conhecedores que a divergência entre o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e o Partido dos Trabalhadores (PT) é bastante ativa no estado do Acre, mas quando se trata de Poder, aparentemente vale tudo para alcança-lo.

As regiões do estado retrata bem essa situação, onde em todos os processos eleitorais, o PT está de um lado e o MDB está do outro totalmente diferente, não se vê uma aliança com o MDB e o PT no mesmo barco há muito tempo. Porém esse processo eleitoral de 2020 promete trazer grandes surpresas.

Há começar pela região do Juruá, onde no município de Marechal Thaumaturgo, após três horas de muita conversa entre o pré-candidato a prefeito do município Itamar de Sá e Vagner Sales, ficou decidido que ambos os partidos irão caminhar juntos em um mesmo projeto para tentar alcançar os seus objetivos.

Além de Vagner tentar a sorte em Marechal usando o PT, o Leão do Juruá não poderia deixar Cruzeiro do Sul de lado, diante disso colocou o seu próprio filho como pré-candidato à prefeito pelo MDB, onde foi semeado uma pesquisa fajuta sem registro a justiça eleitoral dando grandes vantagem a Fagner (filho de Vagner).

Já Itamar de Sá está se articulando para uma possível candidatura, tendo em vista que, Itamar corre o risco de não concorrer as eleições por conta dos processos que o mesmo responde desde o período em que foi prefeito de Marechal Thaumaturgo nos pleitos passados.  

Se tudo der certo ele concorrerá as eleições pelo PT, pois é o único nome que o partido tem, capaz de levar o nome da sigla no município, mas como sempre tem o risco, isso pode não ter um futuro promissos se Itamar ficar inelegível.