Após quatro meses como referência no atendimento de Covid-19, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito de Rio Branco deixa de atender pacientes da doença. A unidade de referência passa a ser o Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into).

Os atendimentos ambulatoriais estão suspensos na UPA desde março, quando a unidade se tornou referência nos atendimentos dos pacientes com Covid-19.

Entre terça-feira (4) e sexta (7), os pacientes da UPA serão transferidos para o pronto-socorro e o Into. No sábado (8), a unidade fecha para limpeza e desinfecção do espaço.

Já a partir de segunda (10), retorna os atendimentos regulares. A UPA tem 40 leitos e uma ala semi-intensiva que atendia, exclusivamente, pacientes diagnosticados com a Covid-19.

“Graças a Deus diminuíram os casos e as internações, temos leitos no Into, no pronto-socorro e a população está deixando de ser assistida em outras consultas. Temos condições do Into atender e não vamos deixar de ser referência porque o Into vai atender, mas sim porque a UPA precisa voltar a funcionar para atender outros casos”, explicou a gerente da UPA do 2º Distrito, Dora Vitorino.

Ainda segundo a gestora, as outras duas unidades de pronto atendimento estão sobrecarregadas. Com a chegada de agosto e setembro, a gestora destaca que são comuns registros de síndromes respiratórias e é necessário reforçar a assistência para crianças e idosos nesse período.

“A UPA do Segundo Distrito é uma unidade de porte três, tem 40 leitos e um suporte bom e melhor das outras unidades para absorver essa população. Nesse período que a UPA estava como referência, as outras unidades estavam sobrecarregadas, então, acredito que esta na hora para atender esse público”, acrescentou.

Antes da pandemia, a UPA do 2º Distrito tinha uma média de atendimentos diários de 450 pacientes. Com a pandemia do novo coronavírus, a unidade atendia até 200 pessoas com sintomas da Covid-19.

O Acre tem mais de 20,7 mil pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Destas, 545 já morreram vítimas da Covid-19 e mais de 14,5 receberam alta e são consideradas curadas.

O boletim da Secretaria de Saúde do Estado (Sesacre) desta terça, mostrou que há 136 pessoas internadas com Covid-19 nas unidades públicas e privadas do Acre. Do G1 Acre.