Na tarde desta quarta-feira (05) o governador tornou público o que havia prometido, se ausentar da militância partidária da sigla que o elegeu ao governo em 2018. Gladson justifica seu afastamento e reafirma que não gostou nada da posição do partido, que lançou uma candidatura a prefeitura de Rio Branco, sem que esta tenha seu aval.

Gladson reafirmou que apoiará a reeleição da prefeita Socorro Neri (PSB), sendo que na contramão seus correligionários construíram a pré-candidatura de Tião Bocalon, o que ajudou em sua decisão de se ausentar da sigla.

Quanto sua filiação no PSDB como prometeu, o governador avaliou e disse que pretende fazer isso somente depois das eleições deste ano, para e assim evitar problemas com dirigentes locais.

Um coisa parece clara, Gladson dar demonstração de que sua decisão de apoiar a prefeita Socorro Neri, esta é irreversível.

Veja o documento entregue no PP na tarde de hoje;