Um incêndio criminoso destruiu a Escola Rural Madalena Nunes, construída em madeira, localizada no km 14 do ramal Mário Lobão, em Sena Madureira, interior do Acre, na madrugada desta quarta-feira (5). Cinco salas de aulas foram destruídas.

O delegado da cidade que investiga o caso, Marcos Frank, disse que as primeiras informações são de que o ato teria sido uma represália de um criminoso por causa da prisão de outros dois comparas dele.

“O que se tem apurado até o momento é que foi praticado um roubo que teve como vítima um casal que reside próximo à escola. Na oportunidade desse roubo, como foi dito pelas vítimas, teve como autor três pessoas e foi subtraído um celular e uma importância em dinheiro”, disse.

O delegado informou ainda que durante o roubo o grupo, que estava armado com faca e arma de fogo, ameaçou o casal e disse que eles não deveriam chamar a polícia. Mas, a polícia foi chamada e resultou na prisão de dois deles e o outro teria se revoltado.

“Houve o acionamento da Polícia Militar, que conduziu inicialmente dois acusados pela prática do roubo. No entanto, um deles permanecia foragido da polícia e ele teria ateado fogo na escola como represália à prisão dos demais comparsas. Esse acusado, o que ateou fogo, foi localizado e preso em flagrante pela PM”, acrescentou.

O delegado informou que vai ser feita a formalização da prisão em flagrante e vai ser encaminhado ao Judiciário para tomar as devida providências.

Secretaria faz relatório

Sobre o incêndio, a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE) informou que fez o registro de um boletim de ocorrência na delegacia da cidade e está sendo elaborado um relatório sobre os danos causados com o incêndio.

Em princípio, a secretaria informou que restaram apenas os banheiros. As cinco salas de aula ficaram completamente destruídas.

Além disso, SEE informou que os alunos matriculados vão continuar tendo acesso ao material didático disponibilizado pela escola, já que as atividades estão ocorrendo de maneira remota. Os professores vão continuar prestando assistência aos alunos em suas casas, sem prejuízos em relação ao ensino. Do G1 Acre.