Amamentação e a saúde do planeta. Os objetivos da campanha Agosto Dourado são norteados em quatro eixos – Foto reprodução 

O que elas têm em comum? Talvez muitos não tenham se dado conta que a amamentação, além de todos os benefícios para a saúde do bebê e forte vínculo afetivo que proporciona entre mãe e filho, é ainda um gesto de amor e cuidado com o planeta, uma vez que o aleitamento materno é natural, renovável e ambientalmente seguro. 

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), por meio do Comitê Estadual de Promoção, Defesa e Apoio ao aleitamento Materno do Acre, elaboraram uma programação especial em alusão à Semana Mundial do Aleitamento Materno. As ações fazem parte da campanha intitulada Agosto Dourado, que esse ano se concentrará no impacto da alimentação infantil no meio ambiente. 

Durante os dias 11, 12 e 13 de agosto serão realizados palestras e seminários online com os mais diferentes assuntos da campanha que traz como tema Apoiar a Amamentação para um Planeta Saudável. A escolha de relacionar meio ambiente e aleitamento está baseada mais uma vez na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável (Agenda for Sustainable Development), plano de ação para pessoas, planeta e economia sem destruição da natureza. 

“A pandemia do novo coronavírus muda apenas o formato de nossas ações, mas o foco do nosso trabalho continua o mesmo que é o de promover e apoiar o aleitamento materno. Este ano, a programação da campanha Agosto Dourado, que busca conscientizar toda a população da importância e dos benefícios que o leite materno trás às crianças, desde os primeiros meses de vidas, será realizada online, por meio da plataforma do Telessaúde”, destaca a chefe do Núcleo de Alimentação e Nutrição da Sesacre, Deltirene Cardoso. 

A abertura nacional promovida pelo Ministério da Saúde está programada para o dia 3 de agosto. No Acre, a semana mundial será marcada por Webinário de Aleitamento Materno, nos dias 11, 12 e 13 de agosto. Todos os municípios foram mobilizados a se fazer presente via Telessaúde, considerando o contexto da pandemia. 

Os seminários contam com a participação de palestrantes da Universidade Federal do Acre (Ufac); Uninorte, Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição; Hospital Santa Juliana, SEMSA de Rio Branco, Centro de Referência Estadual de Banco de Leite Humano do Acre e IBFAN (Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar – International Baby Food Action Network). 

Para a realização do evento, o Comitê Estadual conta com o apoio do Gabinete da Primeira-Dama do Estado, Departamento de Atenção Primária, Políticas e Programas Estratégicos (Dape), Núcleo Telessaúde, Banco de Leite da Maternidade Bárbara Heliodora e Corpo de Bombeiros. 

Os objetivos da campanha Agosto Dourado são norteados em quatro eixos: 

– INFORMAR as pessoas sobre a ligação entre amamentação e o ambiente, inclusive as mudanças climáticas;

– FIXAR que a amamentação é uma decisão climática inteligente;

– ENVOLVER todos (indivíduos e organizações) para obter maior impacto;

– ESTIMULAR ações para melhorar a saúde do planeta e das pessoas através da amamentação.