Uma multidão formada por clientes da loja Havan formara, uma enorme fila em frente ao estabelecimento comercial, na tarde desta terça-feira, em Rio Branco, após o decreto de flexibilização do comércio no estado .

Alguns dos pedidos repassados pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 à população foram prudência e cuidados para evitar aglomerações e consequentemente o aumento nos casos de coronavírus. 

Mas diante da imagem em frente a Havan, acredita-se que a população não levou as recomendações do Comitê muito a sério, mas o Comitê deve acompanhar de perto o movimento dos próximos dias, já que em algumas regiões onde houve flexibilização, os casos da doença aumentaram.

Após passar para a faixa laranja, nesta terça-feira o estado registrou 238 novos casos da doença e mais 4 óbitos decorrente da Covid-19. O Governador Gladson Cameli afirmou que da mesma forma que o comércio está flexibilizado ele pode fechar novamente caso se faça necessário.