A prefeita Socorro Neri, de Rio Branco, esteve em visita a zona rural do município no final de semana para conhecer a Cheiro da Terra, uma experiência na área de produção de mandioca e derivados, localizada no Ramal Boa Água. Ela foi recebida pelo presidente da Associação de Produtores Pé no Chão, Leandro Medeiros de Lima, proprietário da mini-indústria, entusiasta da cadeia produtiva da mandioca, e por um grupo de mulheres produtoras de hortaliças.

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Econômico (Safra), tem acompanhado com orientação técnica de extensão rural e, na parte de fomento, com insumos, bem como maquinários para o preparo da terra, a experiência.

Segundo Leandro Medeiros de Lima, a Cheiro da Terra trabalha atualmente com cinco itens de produção derivados da mandioca que são: a goma, massa de macaxeira, bolo pé-de-moleque, farinha de tapioca e tucupi. 

“Essa parceria com a Prefeitura, com apoio de maquinários para agregar a produção de mandioca, ou seja, para ampliar a cultivo da mandioca nos deixa muito satisfeitos. Sabemos que as dificuldades são grandes, mas estamos muito contentes com o que a Prefeitura está fazendo em defesa dos produtores rurais e a forma que a prefeita e sua equipe trata esse assunto”, disse Leandro.

Paulo Sérgio Braña, secretário de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Econômico destacou os investimentos que a Prefeitura está fazendo naquela região que compreende dois polos muito fortes na produção de hortaliça e piscicultura, como a melhoria de estradas e ramais e construção de pontes. Para ele a comunidade possui um enorme potencial de trabalhar também com o turismo rural.

“Temos um nicho de cultura que as pessoas vão sair daqui maravilhadas, contando a história do Acre, dessa região. Estamos trabalhando nessa perspectiva, com diferentes matizes para 20 anos, inclusive o plano municipal de agricultura familiar traz essa perspectiva, trabalhar a terra para trazer oportunidades de renda através das cadeias produtivas e fortalecer a relação do produtor, com o meio ambiente”, observou Braña.

Turismo rural ou agroturismo é uma modalidade do turismo que tem por objetivo permitir a todos um contato mais direto e genuíno com a natureza, a agricultura e as tradições locais, através da hospedagem domiciliar em ambiente rural e familiar.