A maioria dos personagens de heróis dos quadrinhos e da TV são construídos em cima de detalhes, de lutas travadas pela sobrevivência, alguns possuem doenças graves, outros uma história de família difícil, mas esses aspectos só os fazem ainda mais fortes para enfrentarem os vilões que aparecem durante a trama.

Na vida real, os super heróis não lutam contra o Coringa ou algum vilão intergalático, mas a principal luta de pequeninos heróis como o Otávio Yankee, que já tem nome de um verdadeiro guerreiro, é pela vida.

Otávio foi diagnosticado com Atrofia Muscular Espinhal (AME) aos sete meses de idade. Desde então, a sua batalha pela vida foi deixando-o ainda mais forte e mostrando toda a sua determinação e garra em permanecer saudável, feliz e vivo. Como braço direito, ele conta sempre com a mãe, que move mundos e remove obstáculos para que o filho cresça bem.

A AME é um desses inimigos que paralisa o corpo, impedindo-o de produzir uma proteína essencial para a sobrevivência dos neurônios motores, que são aqueles responsáveis por comandos e movimentos simples como respirar, engolir e se mover. Por isso, o Otávio, junto com a sua fiel companheira, a mãe, Daniela Moura, passaram mais de 1 ano no Hospital da Criança, pois o pequeno depende de um ventilador mecânico para respirar.

“Às vezes passeávamos na sacada do quarto, tinham os horários de alimentação e fisio certinhos, eu vivia para cuidar dele. E a nossa rotina era essa”, conta Daniela Moura.

Uma das características de mãe é ser incansável e, devido aos esforços dessa heroína, que recorreu a tudo o quanto podia, na última sexta-feira, 17, após uma série de pequenas batalhas travadas diariamente por Daniela Moura, eles saíram do Hospital da Criança e estão em casa. E também por meio do apoio da primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli, que é mais um dos personagens que aparecem para ajudar.

“Agora eu faço a comidinha dele, preparo tudo e é diferente, pois tenho a ajuda e apoio do meu esposo para realizar todas as tarefas. O Otávio é muito tranquilo. É só estar com a barriguinha cheia e ter um desenho para assistir que ele já fica feliz”, comenta a mãe.

Sensibilizada pela história da Daniela, a primeira-dama Ana Paula Cameli já tratou de articular junto com a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), a disponibilização desse equipamento essencial para o pequeno Otávio. Os trâmites deram certo e, agora, mãe e filho podem continuar o tratamento no conforto de casa, com o apoio dos amigos e familiares.

“Desde quando soubemos da história do Otávio, procuramos ajudar no que fosse possível. É muito bom saber que o Otávio agora está de volta ao seu lar. O governo realizou todos os esforços para que essa família tivesse os recursos necessários. Estou muito feliz”, destacou a primeira-dama, Ana Paula Cameli. 

“Sem dúvidas, os nossos esforços são recompensados quando vemos o sorriso da mãe e o conforto que eles terão ao realizar o tratamento em casa, agora. E é muito gratificante poder contribuir para o bem de nossas crianças, para que tenham a melhor assistência à Saúde”, frisou o secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene.

Spinraza

Otávio Yankee é uma das crianças que fazem o tratamento com o Spiranza, disponibilizado pelo Ministério da Saúde. Em agosto ele toma a quinta dose da medicação que possui uma proteína denominada proteína de Sobrevivência do Neurônio Motor (SNM), essencial para que os neurônios motores possam sobreviver e funcionar normalmente.

Família e reconhecimento

“A natureza nos uniu em uma imensa família e devemos viver nossas vidas unidos, ajudando uns aos outros.” A frase atribuída ao filósofo e político romano Sêneca representa um significado de família único, vivenciado nesse período de mais de 1 ano em que o Ótavio Yankee e a mãe, Daniela Moura, passaram no hospital.

A gerente de Enfermagem do Hospital da Criança, Suane Souza, conta que a equipe foi homenageada por Daniela. “Em forma de agradecimento a toda a equipe do hospital, a mãe presenteou com uma homenagem por escrito e uma caixa de doces para todos os funcionários do hospital”, contou.