Uma semana marcada por muitos capítulos da confusão e indefinição no partido Progressistas, as perguntas continuam sem respostas; O Governador Gladson vai mesmo seguir com apoio a Socorro Neri? Irá desistir e se comover com a resistência de alguns correligionários? Permanece ou fica no Partido?

Na incerteza se terá ou não sua candidatura confirmada no PP, Bocalon adotou a estratégia do silêncio e concentra as energias nas articulações e conversas, além de visitas em bairros e lideranças de Rio Branco.

O Protagonista da inércia do PP, em como conselheiros principais a presidente estadual senadora Mailza Gomes e o senador do PSD Sérgio Petecão, maior entusiasta do projeto de candidatura de Bocalon.

O PSD já dar como certo a dobradinha Bocalon e Marfisa, inclusive não trabalham com a possibilidade de outro cenário e são contra a investida de Gladson por Socorro Neri.

Em meio ao embaralhado político, Bocalon foi visto em agendas de pré-candidato e se distanciando dos debates polêmicos e tentando convencer o governador de que vale apena sim apostar em seu nome para disputa.

Gladson já reafirmou que decidiu por apoiar a reeleição e Socorro Neri (PSB) e se mostrou chateado com os que resistem em fazê-lo voltar atrás.